terça-feira, 30 de março de 2010

A fé


Hoje recebi um e-mail da Missão Portas Abertas e lá estava o versículo
"Certamente ele tomou sobre si as nossas enfermidades e sobre si levou as nossas doenças; [...] mas ele foi transpassado por causa das nossas transgressões, foi esmagado por causa de nossas iniquidades; o castigo que nos trouxe paz estava sobre ele, e pelas suas feridas fomos curados. "
Isaías 53.4-5
E juntei isso com um monte de coisas, hoje na reunião das senhoras mais uma vez ouvi que a Páscoa deveria ser comemorada muito mais pelos cristãos do que o Natal, isto porque se Jesus não tivesse morrido, nossos pecados não teriam sido perdoados. Verdade, pura verdade.
Sabe, Isaías foi um homem de fé. No tempo dele dizer que um cordeiro viria, morreria e ressucitaria era loucura, assim como hoje também seria. Mesmo com tanta modernidade ainda é difícil acreditar nesta possibilidade. Mas, aí está aquela palavra que faz toda a diferença, a fé.
Pra conhecer mais sobre a fé, basta ler Hebreus, lá tem tudo explicadinho tin tin por tin tin, pois nós sabemos pela fé que o Universo foi feito pela palavra de Deus (meu primeiro versículo decorado, quando ainda nem era crente mas ia na EBF). É ela, a fé, que nos move, tranforma as nossas vidas, que nos faz acreditar que a Bíblia é a Palavra de Deus, que nos faz entender que seremos salvos e que há sim um céu, onde estaremos com o nosso irmão Jesus e nosso Pai amado.
A Páscoa fez me refletir no que a fé significa e como uma pesssoa como eu que não conhecia nada de fé, de Jesus, de Deus chegou até aqui. Uma cristã temente e crente a Deus. Como diz lá em Hebreus, a fé a certeza daquilo que não vemos. Assim como o vento, não o vemos, mas sabemos que ele existe porque o sentimos.
O Espírito Santo, nosso consolador, deixado aqui para nos guiar é assim, um vento. Não o vemos, mas o sentimos, o ouvimos e por isso cremos.
Saber o quão bom Deus tem sido para comigo e meu marido, nossas famílias é saber que nada do que fiz, das mudanças sofridas em minha vida no momento em que decidi abrir meu coração e trocar tudo o que ocupava o lugar de Jesus e colocar só Ele lá, foi a melhor decisão que tomei em minha vida.
Já fazem 7 anos que sou cristã, e sim tudo valeu a pena, todas as lutas que passei e todas as vitórias que alcancei.
Jesus, a nossa páscoa. O presente não é chocolate, mas algo muito mais doce que isto: A vida eterna.

segunda-feira, 29 de março de 2010

Fritando ovo


Na semana que passou eu fui a reunião das senhoras na igreja e aprendi uma dica incrível, que se você faz fritura e não conhece vai ser uma descoberta.
No meio da palavra lá veio ela, a dica. Quando for frita um ovo, salpicar um pouco de farinha de trigo no óleo que ele não espirra. E não precisa só ser no óleo do ovo, pode ser no de qualquer fritura.
Já pensou na solução de problemas que isso nos dá. Não a respingos no braço, nem na mão e nem no fogão. Que tudo! Testem e me contem!

sábado, 27 de março de 2010

É dia de faxina!

Sempre fui o tipo de pessoa que achava a desculpa: Estou sem tempo! meio furada, claro, como que alguém não pode administrar bem o seu tempo, e consegue entrar no msn, assistir tv, ou coisa do tipo. Incrível mas o velho ditado já diz, a língua é o chicote da bunda. Olha eu aí provando da falta de tempo.
Por incrível que pareça depois de muito tempo deitada na cama por causa das limitações da cirurgia, agora estou sem tempo. A vida anda corrida demais e como a gente já sabia ia ser assim nos último tempos, e é assim que tem sido.
Acordando as 6h pra chegar as 8h no trabalho, saindo do trabalho as 14h para as 15:20 começar a fisioterapia, acabando a fisio 16:20 descansando por aproximadamente 1 hora e depois correndo para a faculdade que começa as 19h e saindo de lá as 22h. Assim chegando ao lar as 23h15 e indo dormir lá pelas 24h. Sim, em dias asssim ainda como mulheres é necessário estar bonita, com sorriso no rosto e claro com a casa arrumada. Mas e o tempo? Lavar roupa as 23:30? E tirar pó depois da meia noite. Como acordar no próximo dia?
______________________________________________
A faxina então fica pro dia de descanso (teoricamente), o sábado. Além do inglês que tem tomado as manhãs a tarde não tem descanso, não tem nada. Claro que meu esposo teve uma amável atitude e dividimos as tarefas. Depois de tarefas delegadas, eu fui pra cozinha, sala e lavanderia e ele pro banheiro. Claro que hoje existe uma pá de produtos químicos amigos da dona de casa, e aí vai uma diquinha, pra você que não tem o nariz sensível (rinite) use e abuse do VARSOL, é maravilhoso para tirar gordura encralacada da semana, e não precisa nem fazer força. Vale a pena comprá-lo por uns R$ 11, ainda mais pra quem não tem tempo nem braço pra tanto esfrega-esfrega. Pro banheiro use Veja x-14 com cloro, é tudo! Mas claro, neste caso não dá pra se livrar da musculação para os braços, o que vale é pensar positivo. Músculo do tchau durinho! O bom mesmo da faxina é depois que a casa tá com aquele cheirinho gostoso e bem branquinha. O piso sem nenhuma marca de calçado no chão, sem nenhum poeira nos móveis. Ufa! Maravilha é ter uma casa linda cheia de coisas pra limpar. Presentão nosso que dá trabalho, mas é uma realização.
Então gentem, você deve estar pensando no domingo, o dia de folga. Mas o domingo é do Senhor! E você poderá me ver cuidando das minhas crianças que eu amo! E não as deixo por nada.
Qualquer dia destes escrevo sobre elas!

sábado, 20 de março de 2010

O poder do blush


Você conhece o poder do blush? Pois é, eu conheço!!!
Desde antes de eu casar, ou melhor bem antes eu resolvi aprender a me maquiar, e o esquema foi muito parecido com a técnica que a minha mãe fez pra eu aprender a pintar as unhas. Ela comprou uns 3 esmaltes, um vidro de acetona, palito de laranjeira e algodão. "Pronto filha vai tentando até você conseguir!" Não vou dizer que sou expert e nem que sou manicure, mas me viro com as minhas unhas, e já recebi muitos elogios.
Bom, mas voltando a maquiagem. Comprei kit de sombra, lápis de olho, pó, base e claro o blush. Vendo um programa com uma modelo famosa, fiquei prestando atenção em todas as dicas. Bom, o blush... ah o blush. Deve ser passado assim você faz um biquinho com a sua boca vai formar uma parte ressaltada na bochecha, do osso mesmo. Então é bem ali que vc passa o blush. Mas cuidado com as cores porque senão você pode ficar parecendo uma palhacinha.
Fiz testes e aprendi a usá-lo. Incrível o poder do blush.
O meu marido na época ainda namorado sempre me elogiava quando ia a igreja maquiada, mas só nos dias em que passava o blush. Incrível isso! Ele pode mesmo dar aquela sensação de saudável que talvez você já tenha nos dias mais cansativos.
Ah, técnicas de passar blush existem várias, pra cada formato de rosto, para o meu que é formato bolacha trakinas e desse jeitinho que eu tentei explicar. E claro foi também o blush que no dia do caamento fez meu rosto ficar mais fininho. Não muito!
O poder do blush. Use e com certeza receberá elogios.

sexta-feira, 5 de março de 2010

Nossas Histórias


Nesta última semana em que eu e o Herbert pudemos voltar à Balneário Camboriú, onde passamos nossa lua de mel, pude me deparar com muitas lembranças.
Uma delas e vale à pena ressaltar, com certeza! É do momento em que chegamos lá. Nossos padrinhos nos levaram pra lá com muito amor e nos deram de presente a estadia no Hotel. Claro que antes de escolhermos nosso destino pra passar este momento tão especial houve muita, mas muita discórdia hehehe. Eu queria um hotel fazenda, pois eu pensava que seria melhor tendo em vista que não teríamos carro pra ficar zanzando onde quer que fôssemos, meu marido queria praia. Ele venceu (viram, aprendendo submissão desde o início). Mas nossa escolha foi perfeita!
Bom, voltando ao fim do casamento. Nossa previsão era de sairmos antes de a festa acabar, mas como bons anfitriões, ficamos até o último convidado ir embora. Posso dizer com toda certeza que não me lembro da hora em que tudo terminou. Saímos de lá e fomos pra casa da minha mãe, porque lá estavam às malas e também eu e o Her tínhamos que tirar todo o aparato do casamento. Afinal já na segunda era preciso devolver as roupas. Enfim com roupa de mulher casada, como disse minha dinda, fomos pra nossa viagem. Ah! Não posso deixar de citar outro detalhe. Noiva não come, é fato! Por este motivo pedimos uma marmitinha pra mulher do café colonial. Pensei naquele empadão, nos salgadinhos, pão de queijo, mas a mulher só nos mandou doces, disse que era pra açucarar a lua de mel. Enfim, continuei sem comer porque os docinhos que sobraram, não eram lá os dos melhores. Mas tá.
Chegamos em Balneário Camboriú, avistamos o Hotel e: “Olá temos uma reserva em nome de Herbert e May!” “Reserva? Não tínhamos previsão de chegada de nenhum hóspede hoje a noite!” Imaginem minha cara! Bom, insistimos o quanto pudemos. De repente, não mais que de repente. O moço da recepção nos disse, qual o nome do hotel da reserva? “Hum, Hotel Plaza Camboriú.” Então descobrimos o que houve. Hotel errado! Estávamos no Camboriú Place (uma coisa assim). Sim nomes parecidos, e a falha nossa cômica. Rendeu muitas risadas.
_______________________________
Mal sabia eu o que me esperava numa próxima viagem, e que esta história de errar nome de hotel virou de praxe. Em novembro, antes de eu fazer minha cirurgia fomos para Canasvieiras. Descemos na rodoviária de Florianópolis, fomos até o terminal de ônibus e pegamos um busão de linha mesmo. “Amor, qual o nome do hotel?” “Hum... é Solemar, não, é Maretea, não, é ...” E eu,” Mas no papel da reserva, tem o nome do hotel, trouxe o telefone?” Resposta negativa para todas as perguntas. Imaginem minha cara (parte II). Enfim, falamos pro cobrador mais ou menos o nome do hotel. Orando pra que ele nos confirmasse – Ah o Hotel tal, sei sim. Mas o cobrador nos fez saltar num tal de Hotel dos Golfinhos, nada a ver. Mas como hoje temos o benefício de termos acesso a todo e qualquer meio de comunicação. Usamos o orelhão mesmo (celulares sem bateria, pra ajudar) e ligamos pra Curitiba afim de encontrarmos nosso lindo e maravilhoso hotel a beira mar. Nome: Maratea Mar, lindo!
Viagens são assim mesmo, dão cada história. Tenho outras ainda, mas fica pra próxima!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...