sábado, 20 de novembro de 2010

Aprendendo a ser auxiliadora


Conversando tanto sobre carros e tudo mais ultimamente. Eu e o Herbert lembramos de mais uma de nossas histórias, mas da época de namoro.

Quando o Herbert comprou a moto, pagamos um super mico. SUUUPER!

Ele foi abastecer a primeira vez e queria encher o tanque. Lá fomos nós ao posto de gasolina.

Chegando lá eu me dei conta de perguntar, mas Herbert quanto você tem? Falando do dinheiro mesmo, porque eu pensei, vai que ele enche o tanque e a gente não tem dinheiro pra pagar depois. No posto de gasolina não tem como lavar pratos huahua.

Ele disse: "Tenho R$ 80". Eu, tentando ser a auxiliadora sem muita experiência: "Mas será que não vai faltar dinheiro, é melhor vc falar pro frentista, coloca R$ 80."

Dito e feito o frentista chegou e o Herbert falou: "Coloca R$ 80". Mas foi na hora, sem vergonha de ser feliz que o frentista gritou para um outro que estava abastecendo um carro: "Ó, o rapaz aqui quer que eu coloque R$ 80 de gasolina na moto dele!!!"

Nós dois em cima da moto rindo que se acabava, a gente não tinha nenhuma ideia de quanto de gasolina ia no tanque da moto. Aí o Herbert disse, então você completa pra mim, ele completou e deu R$ 30.

Óbvio que já estávamos envergonhados... e rindo de chorar.

Ainda quando nos despedimos do frentista ele disse: "Se quiser me dar os R$ 50 que sobrou eu aceito!"

Ai ai... Só a gente mesmo!

sábado, 13 de novembro de 2010

E o tempo?


Olha, só o que posso dizer é que o tempo passou.

Incrível né? Parece que foi ontem que eu o Herbert estávamos correndo atrás do nosso primeiro pinheirinho de Natal. Não, nós não fomos no meio do mata, achar o pinheiro perfeito, fomos apenas na Casa China, achar um pinheiro grande mas totalmente artificial.

Enfim, hoje estou nostálgica, olhando fotos antiguíssimas da vida que vai se passando. Ano após ano, planos atrás de planos, sonhos depois de sonhos.

Assistindo a novela ontem, ouvi uma frase legal, e que fez sentido. Quem sabe não faz pra você. A diferença entre a pessoa jovem e a pessoa mais velha é que o mais velho sabe, com toda a certeza do mundo, que tudo é passageiro, nada é definitivo os velhos conseguem ver além.

Esta frase traduziu o que eu tenho sentido e visto nos últimos tempos. Eu fiz  cirurgia, aquele momento parecia eterno, parecia que não haveria o dia em que eu poderia voltar com todas as minhas atividades normais. Mas enfim... o tempo passou e agora tudo voltou como era antes. Passou...

Assim como a tristeza de ver o meu irmão ter o seu carro roubado e ver a esperança de reencontrá-lo diminuindo... Também passou, a tristeza, porque a esperança? Esta eu nunca vou deixar passar.

A vida vai passando, os momentos ruins e bons, vão indo junto com ela. Mas como diz na palavra de Deus. O amor dEle este, sempre permanecerá!

Um lindo feriado a todos.

"Uma pequena observação, procurarei postar mais vezes... Ando com a vida corrida, por isso que ela vai passando tão depressa."
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...