quinta-feira, 31 de julho de 2014

Paparicada



Senta aqui!
Deixa que eu carrego!
Quer que eu pegue!
Tá com fome?
Esse pedaço especial é pra você!
Tá confortável?
Você está linda!
Como vocês estão?
Você está bem?
Quer um pedacinho?
Deixa que eu faço!
Fica sentadinha!
Não se incomode!

Amando ser gestante!

Obrigada por tanto amor!

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Barriga de gordinha ou de gravidinha?


Lembro até hoje de uma época longínqua (#sqn) em que eu era bem gordinha e eu só andava de bata. Era pra disfarçar os pneuzinhos desagradáveis mesmo. Isso é bem comum pra mulheres que casaram e começaram a comer desenfreadamente e ganharam 10kg em um ano. É nóis!

Só que então chegou um dia que um moço no ônibus me cedeu o lugar. - Por favor, pode sentar! Claro que eu sentei né? Tava cansada.... e na hora que aceitei o lugar só pensei, nossa que homem gentil, ceder o lugar para uma mulher.

Meus pensamentos vieram: - Mas ceder lugar só porque sou mulher? Oi? Será que ele acho que eu tava grávida? Eu hein, agora já sentei!

Enfim. sentei mesmo hahaha

Mas agora chegando a 8 semana de gestação (2 meses para leigos), comendo BEM diga-se de passagem, isso tem até me desesperado um pouco, porque eu te digo que sempre pensei que essa história de comer demais na gestação não era porque você tinha fome, mas porque você se sentia no direito de comer por dois. Mas aqui não minha gente. A fome "tá di laska!" do tipo que a barriga ronca, coisa que NUNCA acontecia comigo. Então se eu estiver no culto, dando aula, no escritório, não estranhem se ouvirem um ronronar. Sou eu! Quer dizer, meu bebe! Ou quer dizer, acho que sou eu mesmo hahaha.

Enfim é fome minha gente, e a gente aqui come mesmo. Tô tentando manter minha rotina alimentar, comer de 3 em 3 hrs como sempre fiz, comendo 3 porções de fruta por dia. Mas tem hora que baixa a morta de fome e eu e minha compulsão disparamos até ouvir um: - Você tá comendo demais!


-Ai como dói ouvir isso! ô se dói! Chorando litros hauahau. Zueira porque a fome é grande e aí a gente só come mais! Zueira também. Nem sei mais se tô comendo muito ou pouco, mas acho que é muito. hashtag perdida *

* O problema de desorientação será abordado em outro post

Enfim, e a minha barriga??? Segunda leituras googlenianas a barriga começa a aparecer após o terceiro mês. Mas e essas bordinha de catupiry durinha aqui, é o que han?

Resumindo, ainda não sei se minha barriga tá de gorda ou de grávida, mas ela simplesmente está aqui. Tá difícil aceitar depois de dois anos na perda de peso, entender que agora ele vai subir. Eu sei, é por um bom motivo, não bom, um ótimo motivo, um maravilhoso motivo, um estupendo motivo. Eu sei!

Beijos!

A evolução da pança
A minha pança ;)
Seja gentil e diga que eu tô mara! hahaha hashtag mantendo o bom humor

Fui!

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Contando para os pais...


Depois que fizemos o teste de farmácia decidimos fazer o de sangue, pra ter certeza absoluta que tinha dado positivo. Então a terceira pessoa a saber da gravidez foi minha querida ginecologista, chamei ela no facebook (isso não é divino?) Falei que tinha dado positivo o de farmácia e que eu tava animada! A conversa foi mais ou menos essa:

Eu: -Oiiiii! fiz um testinho hj e deu positivo, aiiii tô animada e nervosa...marco uma consulta? tipo urgente?
Ela: - Eeeeeeeeeeeeeeeee! Respira.. Teste de farmácia ou de sangue?
Eu: - Aqueles de farmácia mesmo
Ela: - Então faz o de sangue agora..pega uma guia. Se confirmar o positivo avisa a secretária, ela te dá todos os primeiros exames da gravidez e agenda uma consulta.

Gente e o Beta HCG é um dos exames que fica pronto com a maior velocidade que eu conheço. E não precisa estar em jejum nem nada, só ir lá e fazer. No dia seguinte (3/7) de manhã fiz o teste, às 15 hrs entrei no site e já tinha o resultado. E então foi pelo Gtalk que confirmei com o Her: - AmoOOOoor, deu positivo, mesmo! (Sei lá mas vai que desce negativo né?)



E então decidimos que no mesmo dia contaríamos para a minha mãe e meu padrasto e para os pais dele. Lá fomos nós preparamos uma fotinho especial e compramos dois porta retrato para entregar pra eles numa caixinha. Sem que eles desconfiassem. No fim por erro da copiadora imprimimos só uma foto e então um porta retrato foi com a foto e a outra com o resultado do exame. Fomos primeiro contar para a minha mãe.


Chegando na casa dela, falei que tinha comprado
-O que tá escrito aqui?????
um presentinho pra animar ela. E dei a caixinha. Ela abriu a caixinha e olhou um porta retrato e não entendeu muito bem, aí ela disse: Ai deixa eu pegar o óculos!!! E de início ela não entendeu muito o que era aquele papel: Mas o que é isso? Até que num estalo ela falou: Você tá grávida filha? E então foi um chororô sem tamanho e uma alegria, e contando pra ela parece que a gravidez ficou mais real. E assim a vovó Amélia ganhou mais um netinho ou netinha. Meu padrasto estava no trabalho então ligamos pra ele e a notícia foi por telefone. 

Saindo da minha mãe fomos na casa dos pais do Herbert, a gente teve que achar uma desculpa pra chegar ali assim, de repente... e falamos que tínhamos umas coisas pra entregar. Chegando lá a minha sogra estava tomando banho e nós tínhamos combinado que pra família dele, ele contaria. Esperamos ela sair do banho e o Her foi dar a caixinha. Como essa vovó também tem presbiopia (doença do braço curto) olhou o porta retrato e disse: Ai eu tava mesmo querendo um porta retrato!!!! E o Her: Mãe, lê o que tá escrito! E lá foi a Alvinha (minha sogra) se apoderar de seus óculos. E quando ela leu!!!! Alva e Renato vovôs de primeira viagem!

Eu demorei um pouco mais pra contar pro meu pai e pra Zu, porque meu ie-ie (avô) está internado e bem ruinzinho, e meu pai tem corrido pra visitas na UTI. E eu confesso que tive uma insegurança de ir contar. Coisas de uma gestante emotiva. Mas depois que fizemos a primeira eco corremos ir lá levar. Eles foram os primeiros a ver o formatinho do nosso embrião de 6 semanas e 4 dias. Chegando lá minha madrasta já com aquela carinha feliz... E aí vieram trazer uma boa notícia? E nós: Viemos saber notícia do vô e também dar uma notícia. E ela: É o que eu tô pensando???? E a gente: Éééé, um bebezinho!!!! Meu pai ainda não tinha chego em casa e quando ele chegou, também já tava com aquele sorriso do tipo: Eu sei o que vieram me contar! Fale-me mais sobre isso! hehehe

E gente! Incrível como a notícia de um bebê traz alegria por onde passa. É a vida que se renova, é o presente de Deus de continuarmos a nossa espécie, nosso sangue a continuação da nossa própria vida.

A vida é um dom de Deus! E só podemos agradecer. Eu só posso agradecer.

Obrigada!





terça-feira, 22 de julho de 2014

Mamãe May | TAG MINHA GRAVIDEZ



E Deus nos agraciou com um grande presente. Um presente planejado e tão esperado e que veio de uma maneira incrível e nos deixou ainda mais felizes e que virá para nos completar como casal. Um bebezinho sendo gerado aqui dentro, de uma forma que só nosso Deus maravilhoso poderia fazer. É lindo saber e entender o poder do nosso Pai, que vai fazer este bebe tão pequenino se tornar um menino ou uma menina, mais um membro da família Chao Feldkircher.

Estamos muito felizes. E agradecemos muito o carinho de todos por nós.

E aos leitores do Noiva Virtuosa que me aguentaram em todo o tempo de noivado e casamento lerão muitas histórias sobre a nossa gravidez.


Resolvi responder a TAG Minha Gravidez ;) Pra satisfazer a curiosidade.

1. É ou foi sua primeira gravidez ?
Sim, minha primeira gravidez ;)

2. Como foi q ficou sabendo q estava grávida ?
Eu e o Her planejamos nosso bebezinho, quando nos casamos dizíamos que aos 5 anos de casados encomendaríamos nosso filho. E os 5 anos se aproximaram e os 30 anos também....

E estávamos fazendo a nossa parte e esperando que Deus fizesse a dEle. Comecei a sentir um pouco de cólica e uma leve vertigem, duas coisas totalmente fora do comum pra mim. Conversei com o Her e resolvemos fazer o teste de farmácia. E então no dia 2/7 veio o positivo.

3. Como foi que você contou para seu parceiro?
Ele tava deitado na cama ainda, e então eu vi aqueles dois risquinho e senti um misto de emoções, mas ainda assim fiquei ali esperando os 5 minutos pra ver se algo mudaria. Vai que estava enganada. hehehe Mas como continuou assim, corri pro quarto e ele tava lá esperando e eu disse: Deu positivo!!!!!!

4. Como você se sentiu quando descobriu q estava grávida?
Mesmo esperando tanto nosso bebe na hora veio um medinho, e pensei: É agora! E louvei a Deus pelo presente de gerar um herdeiro ou herdeira, a continuação da nossa família. Chorei muito, mas demorou um pouco pra cair a ficha. Acho que só caiu depois de ouvir o coração na eco.

5. Quando você comprou a primeira roupinha do neném?
Já na mesma semana que descobrimos fui ao Shopping e achei um body vermelhinho a coisinha mais fofa. Difícil é escolher roupa sem saber se será menino ou menina.


6. Como seu corpo reagiu a gravidez?
Uma das minhas maiores preocupações quando resolvi engravidar era referente a minha pressão, há uns 6 anos tomo remédio pra hipertensão. O cardiologista foi o primeiro a saber que estávamos planejando. Porque clinicamente queria saber se não corria nenhum risco. Mas com a gravidez a pressão fica mais baixa e eu pude até suspender o remédio, e agora tenho que visitar o cardiologista sempre pra ele me acompanhar. E com a pressão mais baixa, o sono ZzzzzZZzzzZ me acompanha diariamente. E também uma azia. Isso agora né que estamos bem no comecinho. Depois não sei como será.

7. Você tem se achado bonita durante a gravidez?
Não tenho me achado tão bonita, porque minha pele tem reagido mal com tanto hormônio, muita espinha cabelos oleosos, e referente a barriga ainda não temos como saber, tão pequena ainda hehehe

8. Você tem preferência por sexo?
Lá em casa já conversamos muito sobre isso, mas como eu quero ter um casal, a ordem em que eles virão não altera muito. Achava mais legal se tivesse um menino mais velho e depois vir a menina. Mas sinceramente acho o sexo do bebê indiferente. Com certeza será muito amado por nós. Sei que Deus tem o melhor, e aguardamos....

9. Como você imagina seu bebê?
Tenho pedido por um bebê calminho, amoroso, carinhoso, saudável com as mãos do pai e cabelo cacheados como o do pai hahaha mas o que tenho orado muito é que Deus nos ajude a criá-lo dos Seus caminhos e que seja uma criança temente a Ele.

Espero que tenham se alegrado conosco. <3 br="">

A espera...


Decidir que já é a hora de engravidar pode gerar muitos choquinhos no relacionamento. Eu vejo que exitem duas opções: A mulher decidir engravidar o marido estando ou não preparado ou esperar o marido dizer: ok, Here we go!

Lá em casa eu senti o desejo de ser mãe antes do Her sentir o desejo de ser pai. Um ano de diferença mais ou menos, é claro que a gente fica meio tristinha quando o marido diz que acha que devemos esperar mais um tiquinho. Mas como eu queria que ele fosse o pai do meu neném, tive que esperar. E N-A-Q-U-E-L-A conversa decidimos que no outro ano daríamos início a saga de tentarmos engravidar.

-Alô, oi queria marcar consulta com a Dra. Gineco!
Quem me conhece sabe muito bem que sou meticulosa. Virou 2014 e eu já fui marcando médicos, como eu disse no outro post tinha problema de pressão, então lá fui eu conversar com o Cardiologista, saber o que ele achava e ele decidiu fazer uma bateria de exames. Descobrimos que a minha mudança de vida fez toda a diferença para o meu corpo e meu coração. Tudo o que um dia era ruim, virou bom e eu estava muito saudável. Fui na Nutricionista ver se eu estava muito acima do peso ainda para engravidar com segurança, e também fui a Ginecologista pra fazer a parte clínica ginecológica.

E assim foram alguns meses fazendo exames e descobrindo que meu corpo tava perfeito, e podíamos começar os "serviços".

Pode demorar??????? Mas que quero já!
Conversamos com a minha ginecologista e ela disse que eu já podia parar de tomar o remédio. Comecei a suplementar a Vitamina D e tomando Ácido fólico, e ela avisou: pode demorar!

Muitos anos de anticoncepcional gera uma reserva no nosso corpo que impede a gravidez durante um período, mesmo parando, temos que esperar... E essa espera é cruel. Não sou da geração miojo mas me sinto confortável quando posso controlar os acontecimentos da minha vida. E nesta fase tive um tratamento incrível de Deus em aprender a esperar. Que por mais que fizéssemos tudo certinho era Deus que decidiria a hora certa. Muitos anos de cristã ainda assim é difícil entender que TUDO está nas mãos do nosso Deus.

No meio deste percurso ainda fiquei doente com tendinite no ombro direito, o que impediu a gente do nosso processo de tentativas durante um período, porque os remédios era muito fortes.

Muitas e muitas noites perguntava pra Deus o porquê, de eu ter feito tudo certinho, estar saudável e de repente ficar com esta tendinite. Fiz todo o tratamento necessário e ainda continuo só com o RPG e homeopatia.

No fim das contas, depois de uma pequena turbulência pudemos voltar as nossas tentativas. E foi na próxima tentativa que deu tudo certinho ;)

De: Deus | Para: May e Her. Com amor 
E foi muito nosso este momento e foi incrível e foi muito especial. E veio como um presente.

E agora podem me matar não me matem: Do tempo que eu parei o remédio e engravidei foram 3 meses o_O , dentro dos  3 meses 4 ciclos e no quinto deu certo. É sou ansiosa... hehehe

Um amigo disse, como é diferente agora olhar por outra perspectiva, enquanto ainda eu não estava grávida pensava: Que demora!!!!! E depois que engravidei: Até que foi rápido!

Uma lição muito grande que ficou pra mim. É que Deus é muuuuuito misericordioso e amoroso. Em minhas orações eu dizia: "Senhor, eu queria tanto fazer o aniversário de casamento grávida, queria tanto que meu bebe nascesse no verão... e outros pedidos que só fazem sentido na minha cabeça. E no seu infinito amor por mim Deus nos deu um bebezinho, no aniversário de casamento já tava grávida, só não sabia, e ele ou ela nascerá em março calorzinho bom... E tenho certeza que Ele atenderá nossos outros tantos pedidos.

Não tem como não agradecer a este Deus que entende o coração da sua filha tão pecadora, tão cheia de falhas e ainda assim concede graça ao meu coração. É muito amor!

Que presente! Que presente!

terça-feira, 1 de julho de 2014

Faça alguma coisa nova em 30 dias #Desafio


Eu tava animadíssima para acabar o mês de junho eu assisto e amo a Flavia Calina, ela é uma youtuber e tem um canal com assuntos bem legais e femininos. Ela fala sempre de uma forma tão amorosa e realista sabe? Eu super me identifico.

Enfim, no canal dela, no dia 5/6 eu vi o vídeo do desafio do mês. Neste vídeo que você pode ver aí embaixo ela propões o desafio de fazer algo por 30 dias para se tornar um hábito. Hoje é dia 1/7 e ainda faltam 4 dias, mas... ontem eu já fiz minha dancinha da vitória. Foi o mês de junho todo e eu consegui cumprir com o proposto.


Eu me propus a cumprir com 3 coisinhas, para você poder ser fácil mas para mim... Precisei se muita disposição pra fazer estas mudanças:
  1. Não comprar nenhuma roupa pra mim durante o mês de junho;
  2. Lavar a louça todas as noites antes de dormir;
  3. Fazer maquiagem, do tipo: acordei linda, todos os dias pra vir pro serviço.
Eu escolhi não comprar nada de roupa, porque eu havia criado um vício de comprar todo mês alguma coisinha, e era tão instintivo que eu nem pensava mais. Seja uma legging, caxarrel, meia. E como eu sabia que a mudança de estação estava batendo as portas e a copa estava aí, eu ia acabar querendo comprar alguma coisa, de novo, pela nova necessidade do mês. Mas no fim, não comprei nada!

Sobre lavar louça todos os dias, definitivamente eu precisava. Eu tinha uma lema que a louça não era minha dona, e eu e o Her chegamos a usar todas as xícaras e pratos (incluí-se pires também) para então eu resolver lavar aquela pia lotada. Eu não tenho problema nenhum em lavar louça, tenho uma torneira elétrica então a água sempre está quentinha. O meu problema era má organização do meu tempo. E a preguiça. No fim, é tão libertador acordar com a pia limpa, que agora entendo minha mãe. E muito!

Sobre a make, eu tenho uma linda maleta cheia de produtos... Só que acordar mais cedo pra dar um trato nesta carinha aqui, sempre esteve fora de cogitação. Enfim, levei minha maleta pro carro e enquanto o maridão dirige eu vou passando uma base, um pó, um lápis na sobrancelha, um curvex e rímel e claro um batonzinho. E pronto. Nada demais e também nada de menos. Um make simples e possível de fazer enquanto o Her dirige e assim uso meus produtos fora do final de semana. E fico mais apresentável.

Abaixo o vídeo do TED, assistam e te desafio a também aproveitar o começo do novo mês e se propor uma mudança, por 30 dias ;)

 

Acreditem é libertador e é uma delícia chegar no fim e descobrir que você consegue! Eu conseguiiiii!

Beijooos!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...