sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Hashtag de molho e o convitinho do chá da Clara


Todo mundo sabe que eu tenho o sangue dos Tamanini, o mesmo que corre nas veias da minha mãe, meu irmão e da Laisoca. Claro que em menos quantidade, porque o gás deles eu não atinjo. Mas tenho minhas serelepices.

E no fim, com 35 semanas, um sustinho no último domingo, depois de ir pra academia na sexta e um sábado intenso mexendo no quarto da Clara. Eu e o Her, diga-se de passagem, apavorados, como bons pais de primeira viagem, fomos no Hospital Santa Cruz. Recebemos a notícia que eu estava com 1cm de dilatação e com o colo do útero prejudicado. Como o médico da emergência me disse: -A neném está pesada, de cabeça pra baixo, você se agita e ela empurra. (Isso te contando de modo curto e grosso hehehe)

Ontem numa visitinha mais formal, na minha médica fofa de tudo (Love You Flavinha!) descobrimos que a Clara danadinha tá querendo nascer antes do tempo. Meu colo já está fino e o espaço pra ela sair, aumentando. Resumindo, atestado e licença, um seguidinho do outro e repouso atéééé a Clara nascer. Nada de subir escada, se agitar e andar como uma louca atrás de coisas faltantes. Como a Dra. disse nada de passear no shopping o_O .

Ficar parada não é tarefa fácil. Mas vamos firmes, tudo pra nossa Clara nascer bem fortinha e gordinha. E no tempo certo. Lembrem de nós em oração e que essa moça continue comportada. As duas moças, na verdade, eu e ela.
_______

Mas falando do convite do Chá...

Foi engraçado ouvir os comentários das pessoas que receberam ele. Como: Nossa imagina o do aniversário ou o do casamento como será.

Mas né minha gente, a pessoa trabalha com isso. E o convite da própria filha não podia ser muito simplesinho. Infelizmente pra algumas pessoas eu tive que mandar online. Mas o impresso ficou show.

Para montar contei com a ajuda da minha amiga de infância, a Lilia que me ajudou com maestria, em uma tarde terminamos todos os 70.

Eu mandei imprimir em couchê 180g (meu papel favorito - firme e brilhoso), sempre mando na JZ Cópias, quando é em pouca quantidade, mando por e-mail e no fim do dia vou retirar. Eles são bem certinhos e a impressão muito boa. A impressão do A4 custa R$ 1,90, e coube 4 convites por folha.

O envelope fizemos de papel vegetal. Comprei um bloquinho na Kalunga que se não me engano foi uns R$23 e conseguimos fazer todos os envelopinhos e sobrou. O que eu gosto do papel vegetal, é que ele revela o convite mas de forma sutil, acho isso uma graça!

As fitas são de cetim, e a Lilia me ensinou e fez o lacinho chanel. Eis o resultado:

Convitinho fechado
Convitinho aberto
Convitinho aberto: detalhe

Eu sei que muita gente joga convitinho fora, eu sou do tipo de pessoa que não joga, mas sei que nem todos são como eu. Mas para mim amante do papel, o que vale é a impressão que a pessoa tem ao abrir, ler e amar o que foi feito com tanto carinho. O convitinho é a porta pro seu evento. Olhando ele a pessoa pode imaginar e sonhar em como será o grande dia, seja casamento, formatura ou um simples chá de fraldas.

Pra quem não sabe eu tenho uma lojinha com convites prontos, mas também faço convites sob encomenda ;) .

Minha lojinha: http://www.elo7.com.br/flor_rara

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Quarto Montessoriano da Clara : Em construção


Estamos com 35 semanas e um dia. Depois de um pequeno sustinho, que depois posso contar em outro post com detalhes, alguns dias de molho em casa, aproveitei o tempinho pra tirar umas fotos do quarto da Clara.

Dar uma de decoradora foi muito divertido pra mim. Pesquisei muito e optamos, eu e o Her, por fazer um quarto montessoriano para a Clara. Já falei mais aqui.

Como a Clara ainda nem nasceu, ainda não tem brinquedinhos e as atividades que podemos fazer com ela, exigem pouco ainda de itens de decoração e espaço. Quando ela estiver do terceiro para o quarto mês, o quartinho dela vai se transformando aos poucos e vou tentar ir mostrando tudo para vocês!

Eu fiquei muito feliz com o resultado. Achei que ficou delicado e prático. Ainda mais por ser um quarto pequeno.

A cômoda é o móvel principal do quarto. E em cima coloquei o eucatex perfurado, que eu já tinha mencionado.
Este eucatex ou pegboard foi comprado uma chapa gigante (não tinha opção menor) na Rudegon aqui no Boqueirão custou cerca de R$ 45 e não usamos nem metade. Se pesquisar na internet você achará outras mil ideias pra usá-lo na cozinha, varanda e outros lugares.

Esses itens de alumínio que usei de suporte, também foram comprados na Rudegon. Aí a criatividade que manda!

No detalhe os potes de vidro com o algodão e cotonete.

Os bastidores feitos pela BFF Carol. Talento ela tem de sobra. Eu não teria feito mais lindo

O tal do kit higiene ficou dividido no pegboard e na bandeja. 
A penteadeira é baixinha e meu xodózinho. Aonde estão as fraldas, em breve estarão brinquedos ao alcance da Clara. A banquetinha por enquanto tá servindo pra mamãe esticar os pés enquanto senta na poltrona.

A almofada de amamentação foi feita pela vovó Amélia, assim como lençol, fronha, capinha da banqueta.
O papel de parede ficou delicado demais. Amamos o resultado! Agora tô com dó de grudar coisas nele.
 A poltrona de amamentação compramos na OLX, estava novinha, ela balança, uma delícia de conforto. Futuramente o espaço que ela ocupa, será um canto de atividade.

Ao invés do EVA usamos o Tapete Tropical em rolo. Escolhi verdinho de bolinha. Ele é muito bom! Não é tóxico e de fácil limpeza, não tem cheiro. Compramos na Kapazi.
Esse lixinho fez com que os funcionários da Leroy Merlin descessem quase um setor inteiro pra achá-lo. O papai Herbert gostou, e levou. É um lixinho estilo retro. E a caixa no fundo ganhei de uma amiga muito querida. É pra guardar brinquedos. Por enquanto está cheia de fraldas.
A reforma do quarto da Clara durou quase três meses. Nós pintamos, nosso amigo colocou o piso (Obrigada Augusto!!!), e depois fomos comprando os itens. Deu trabalho, porque achar as coisas do jeito que sonhamos não é tão simples assim. Mas conseguimos, e agora é o nosso lugar preferido da casa. Nosso escritório, virou um quartinho cheio de delicadeza e amor.

Espero que tenham gostado.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Um pouco do chá!



E agora que passou o chá da Clara, posso falar a vontade de todas as coisas que fizemos e deixar muitas ideias de faça você mesmo por aqui.

Decidi fazer um chá de fralda ao invés de chá de bebê comum, pois a Clara já ganhou muitas coisas e eu mesma por ser uma mãe afobada comprei outras. E também não adiantaria eu fazer estoque de mamadeiras e de outras coisas que ela não usaria imediatamente. Justamente porque nosso apartamento não tem espaço para guardar.

As fraldas são úteis por demais! E ganhá-las vai nos gerar uma economia nos dias que virão. Claro que tive que guardar as M e G na casa da minha mãe, enquanto as RN e P estão lá em casa. Perdi a conta de quantos pacotes ganhei, foram muitos!

Minha primeira ideia era fazer um chá pra poucas pessoas, umas 30 para amigas bem próximas e usaria o salão do meu condomínio. Mas a Clara é tão amada por tantas pessoas que acabamos convidando cerca de 100 pessoas para o chá. Não se assuste com o número de mulheres, quem é obreiro na igreja sabe que alcançamos este número facilzinho. São muitas irmãs em Cristo, além das familiares e amigas.

Como o chá foi feito no meio da época de férias eu calculei que umas 60 pessoas iriam, e dei uma margem pra cima de 10 pessoas. Então foram calculados comida, lembrancinha, bebidas para 70 pessoas. E acertei na mosca. Estávamos em 70 pessoas lá.

O salão da igreja é bem amplo, arejado e iluminado. O calor estava de rachar. Mesmo com ventiladores todas fizemos uma sauninha. Foi um dia típico de verão.

A Clarinha foi abraçada, beijada, acariciada. E tava quietinha o tempo todo na minha barriga. Normalmente é assim, se eu estou muito agitada ela fica calma, se eu deito e relaxo, ela se mexe sem parar. Minha princesinha.

Surrupiei umas fotos da Tânia, uma pessoa muito querida que estava com a gente só para terem ideia de como ficou. Com o tempo vou postando mais sobre os detalhes.

Como a maioria sabe eu sou web designer e mexer com festinhas é a minha paixão. Tenho uma lojinha da Elo7 com algumas coisas que eu faço. E por ser o chá de fraldas da minha filha, não poderia deixar de encher tudo de fru fru.

Na mesa principal colocamos somente os doces. As madeiras foram emprestadas e alugadas. O painel de fundo foi ideia minha, copiando mil ideias do pinterest. Em outro post coloco mais detalhes

Mesinha com as lembranças, também alugada. As letras do nome dela comprei numa lojinha e o papai pintou com tinta spray. As lembrancinhas foram idealizadas por mim, e com a baita ajuda de confecção da minha cunhada Thais, mãe e sogra.

As mesas, optei por colocar um cobre mancha verde, que pra quem tem mãe costureira saiu só o preço do tecido, cerca de R$ 35 pra fazer as 20. As louças foram descartáveis. Porque nenhuma grávida merece ficar lavando prato sujo depois do chá. E as flores, naturais são mosquitinho importado, comprado no Ceasa por R$ 18,00 o maço. Que vem com 5 pézinhos de flor. Na floricultura comum eu iria pagar R$ 28 o mosquitinho comum, aquele mais miudinho. 
Eu sonhei muito com cada detalhe. Pensando no que ficaria mais bonito e como eu passaria a alegria desta gestação pra todas as pessoas que eu amo e que estariam lá. Desejei que elas sentissem o carinho que eu tenho sentido de Deus nesta etapa tão especial das nossas vidas.

Espero que tenham gostado. Foi muito difícil fazer uma festinha pra mim, ao contrário do que as pessoas pensam eu acho mais fácil fazer para as minhas amigas do que pra mim mesma. Mas no fim consegui ir afinando as ideias e concluir tudo com a ajuda de algumas amigas e amigos especiais. Obrigada a todos que fizeram este dia ser possível.

E deixo uma dica, pra quem pode e tem tempo de escolher:  fazer o chá com no máximo 30 semanas. Eu com 33 semanas já estava bem inchada e cansada. Eu não pude fazer antes por conta das festividades de final de ano, mas fica a dica da mamãe May.

Beijinhos!

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

32 semanas - estamos quase lá. Eu disse quaaaase




Chegamos as 32 semanas. Com um barrigão digno de uma mãe, que agora não gera nenhuma dúvida. Sim, essa mulher tá grávida. Confesso que eu achei que as pessoas fossem ser mais gentis ao verem o barrigão. Mas até agora ninguém me ofereceu lugar no ônibus das vezes que eu precisei pegar. Não que eu necessitasse, porque como trabalho sentada até me sinto bem em ficar de pé. Mas enfim, gentileza né minha gente? Por aqui não rolou.

Com certeza estou mais pesada. Não só pelo peso que tá aumentando mesmo, mas também ando mais devagar, me viro mais devagar e também gosto de uma ajudinha pra me levantar. Tirando isso. Tamo firme! Está dando pra fazer tudo normal, trabalhando normal, academia normal... e isso pra mim é motivo de comemorar.

E agora entre 32 e 33 semanas dá-lhe deixar as coisas em ordem. Lavar roupinhas, tirar etiquetas das roupinhas, preparar as malas pra levar pra maternidade. É o que pedem por aí. Aqui ninguém quer ser pega de surpresa e sair com a roupa do corpo sem nada providenciado. Pessoas como eu, são assim. Quero tudo acertado nos detalhes. Olha se eu tivesse mais relaxadona, e nem aí, acho que estaria menos afobada, mas também, essa não seria eu - A mulher das listas.

A Clara já tem uma gaveta entupida de roupinhas, uma mais linda que a outra. Acho que 1/3 foi doada por duas mamães de menina e a maioria presentinhos de amigos e amigas. Que doce!

Eu tenho assistido tudo quanto é vídeo de cuidar de bebe. Pense só, mãe de primeira viagem e a bebê da família (minha sobrinha) tem 5 anos. Ou seja, não troco fralda, nunca dei um banho num bebezinho. hahaha Posso ser inexperiente, mas não estou desprevenida, tô aprendendo tudo no Youtube hahaha mãe moderna mesmo que só na hora mesmo a gente vai saber como será, mas não custa nada ter uma ideia não concorda? 

O quartinho tá pronto? Aí eu digo, ainda não. Me sinto até meio mal em dar esta resposta, mas fazer o que né... Ainda tem coisas pra fazer. Essa semana colocaremos o papel de parede. Este aí do lado << Uma lindeza né? Pode dizer! Acho que até semana que vem conseguimos terminar. Pelo menos o essencial.

Falta a cortina, o tatame, o espelho, o trocador, o kit higiene hahaha Mas tamo vivo e isso é que importa. Tendo vida podemos resolver tudo :D. Sim eu repito isso pra mim mesma várias vezes por dia hahaha

As duas últimas semanas corremos com a pintura e também com os detalhes do chá. Tô me segurando pra não postar tudo aqui. Mas é que tem que ser surpresinha né? Porque se não, não tem graça.

Confesso que com esse panceps de 32 semanas não é tão simples fazer correria atrás de pratinhos, itens de armarinho e coisarada. Mas acreditem, tem um batalhão de mulher fazendo um pouco de cada coisa pra me ajudar. Mãe, cunhadas, sogra, amigas. Não conseguiria sem elas. Ah e claro, o maridão!

E dizem que chegamos ao oitavo mês. E vamos firmes que logo a Clara vem!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...